sexta-feira, 21 de junho de 2013

Jovens mulheres elaboram propostas de políticas públicas em seminário nacional

Representantes de 22 estados do país estiveram reunidas de 6 a 8 de junho, em Brasília, para 1º Seminário Nacional de Políticas Públicas para as Jovens Mulheres






Durante o encontro, organizado pela Secretaria Nacional de Juventude (SNJ), em parceira com a Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres (SPM), as participantes puderam dialogar e elaboraram um documento final com propostas que contemplam as jovens mulheres nas áreas de educação e trabalho; saúde, direitos sexuais e reprodutivos; desenvolvimento local e sustentável; cultura, lazer e comunicação; participação e relações de poder; enfrentamento a violência, discriminações e preconceitos. Ainda como resultado do seminário, foi apresentada uma Nota de Repúdio ao Estatuto do Nascituro, que avança na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara Federal. O documento foi assinado como "Consenso do Seminário".
A mesa de abertura do encontro contou com a presença do ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho. Na oportunidade, ele ressaltou a importância da participação, que já se tornou um método de governo. “Em lugar de entregar as ações, optamos por discutir e elabora as iniciativas junto com os diversos setores da sociedade”, disse o ministro. 
A secretária-executiva da SPM, Lourdes Bandeira, também participou da abertura do Seminário representando a ministra Eleonora Menecucci e destacou as iniciativas da SPM para as jovens mulheres que, segundo ela, são as principais vítimas da violência doméstica. O Plano Nacional de Políticas para Mulheres dedica um capítulo específico às jovens, com ações voltadas para a igualdade de direitos e oportunidades no mercado de trabalho,  sobretudo para as jovens negras e aquelas portadoras de deficiência; prevenção às Doenças Sexualmente Transmissíveis; e maior acesso à educação formal e às políticas públicas, incluindo as políticas voltadas à cultura e ao lazer.
Em sua participação, a secretária nacional de juventude, Severine Macedo, reafirmou que os esforços da SNJ para as jovens mulheres inclui fazer um recorte dentro das ações vigentes da Secretaria para atender esse público, principalmente por meio dos programas Estação Juventude, Juventude Viva e da ações para a Juventude Rural. "Este seminário já representa um esforço para que a temática das jovens mulheres entre mais fortemente nas pautas do governo e das políticas públicas para juventude. Temos que pensar uma forma das ações da SNJ chegarem às jovens mulheres, e as sugestões apresentadas aqui serão um ótimo ponto de partida. Saio daqui ainda mais animada para trabalhar esse olhar nas ações da SNJ", declarou Severine Macedo.  
No que diz respeito ao preconceito com o recorte de gênero, Ana Carolina Querino, do Escritório da Organização Internacional do Trabalho no Brasil (OIT), revelou dados que reafirmam a desigualdade vivida pelas mulheres no mercado de trabalho. "O desemprego total no Brasil é de 8,4%. Entre as mulheres é 11,1%,  sendo que entre os jovens é 23,1% e entre as jovens negras 25,3%. Ou seja, sabemos que temos uma questão de gênero muito forte, até maior que a racial", compartilhou Ana Carolina.
Para Ângela Guimarães, secretária-adjunta da SNJ, o Seminário foi de extrema importância.  Para ela, encontros como este ampliam a participação das mulheres em espaços de decisão. No caso das jovens, os espaços de representação são ainda menores, o que demonstra a necessidade de pensar em que medida as desigualdades sociais e econômicas criam barreiras. “Temos aqui um conjunto expressivo de segmentos sociais. Esta especificidade é uma demanda que bate à porta do governo federal e vamos dar passos significativos com os produtos resultantes desse seminário”, disse Ângela Guimarães.
Lurdinha Rodrigues, coordenadora da diversidade da Secretaria de Articulação Institucional e Ações Temáticas da SPM, também ressaltou a importância do evento, demonstrando satisfação ao ver a reunião com um perfil tão completo de pensadoras sobre o tema. “Este, sem dúvida, é um grande passo no enriquecimento de debates e articulação de agendas para jovens mulheres”, disse a representante da SPM.
Juliana Muniz, participante do Seminário, expressou, em mensagem na fanpage da SNJ no facebook, o espírito que norteou o evento: “Foi muito bom passar estes dias com vocês, meninas, maravilhoso sentir que somos de locais tão diferentes, temos culturas diferentes, mas necessidades, sonhos e lutas iguais. Agradeço pela oportunidade desse partilhar. Feliz demais por estarmos juntas lutando e ajudando a construir um país cada dia melhor”.

Fonte: Secretaria Nacional de Juventude

domingo, 23 de setembro de 2012

Apoiadores (as) tornam possível a realização do curso para lideres afrodescendentes


É com imensa alegria e honra que as Jovens Feministas de São Paulo anunciam o folder oficial do I Curso de Formação de Líderes Afrodescendentes do Brasil – Região Sudeste – Estado de São Paulo” que ocorrerá entre os dias 25, 26 e 27 de setembro de 2012 na cidade de São Paulo e que no qual constam os verdadeiros apoiadores e patrocinadores desta atividade. 


Graças ao apoio financeiro e institucional de mais de 10 organizações, conseguimos honrar com nosso compromisso de formar 50 líderes afrodescendentes de mais de 10 cidades do Estado de São Paulo. 


Agradecemos imensamente a Fundação Friedrick Ebert, a FASE/SAAP e a CESE pela confiança e apoio imediado ao nosso projeto, dando o suporte necessário para a realização da atividade. 


Agradecemos ao Sindicato dos Comerciários pelo espaço privilegiado e gentilmente cedido para a realização de nosso evento. 
Agradecemos a Coordenadoria dos Assuntos da População Negra (CONE) e a Organização dos Estados Americanos (OEA) por manterem vigorosamente o apoio inicialmente disponibilizado para esta atividade. 

Agradecemos a regional da Fundação Cultural Palmares em São Paulo e a Coordenadoria do Negro da Prefeitura de Guarulhos pelo carinho e apoio imprescindiveis para a articulação das nossas estruturas. 

E por fim, agradecemos imensamente aos/as nossos/as queridos/as parceiros/as Negra Sim - Movimento de Mulheres Negras de Santo André, CEERT, Revista Viração e Agentes de Pastoral Negros (APNs) que nos deram os suportes tecnicos necessários para a excelente divulgação e estruturação de nossa atividade. 

O evento sem dúvida marcará história e estamos muito orgulhosas de sermos as anfitriãs deste processo que consideramos crucial para o verdadeiro combate ao racismo e pela garantia dos plenos direitos dos afrodescendentes no Brasil. 


Jovens Feministas Presentes!


Programação do Curso da OEA - dias 25, 26 e 27 de setembro de 2012

Pessoal,

anunciamos abaixo a programação do "I Curso de Formação de Líderes Afrodescendentes do Brasil - Região Sudeste - Estado de São Paulo".





PROGRAMAÇÃO

Dia 25/09/2012 (terça-feira)
08h15 - 08h50 – Recepção e Registro dos (as) participantes (Credenciamento)
09h00 - 09h50 – Abertura do Curso
Mesa de Abertura:
Lia Lopes Almeida – Jovens Feministas de São Paulo (JFSP)
Diego Moreno – Organização dos Estados Americanos (OEA)
Tina Hennecken – Fundação Friedrick Ebert (FES)
Ricardo Patah – Sindicato dos Comerciários de São Paulo (SECSP)
Maria Aparecida de Laia – Coordenadoria dos Assuntos da População Negra do Município de São Paulo (CONE)
Nuno Coelho – Fundação Cultural Palmares – Ministério da Cultura (FCP-MinC)
09h50 - 10h10 – Informes sobre Metodologia e Logística do Curso
Responsáveis:
Lia Lopes Almeida (Jovens Feministas de São Paulo) e Roberto Rojas Dávila (Organização dos Estados Americanos)
10h10 - 11h40
Módulo I – O Sistema Interamericano e a Participação e Incidência Política dos Afrodescendentes
- A Organização dos Estados Americanos (OEA) e a Participação e Incidência Política dos Afrodescendentes
- Desenvolvimentos Atuais do Tema dos Afrodescendentes no Sistema Interamericano

Palestrante: Diego Moreno – Organização dos Estados Americanos (OEA)
11h40 - 11h50 – Coffee Break – Intervalo
11h50 - 13h00 – Atividade I
- Identificação de Estratégias de Participação e Incidência dos (as) Afrodescendentes nos Órgãos Políticos da OEA e nas Conferencias das Américas.
- Apresentação dos Resultados dos Grupos de Trabalho

Palestrantes: Diego Moreno e Roberto Rojas Dávila – Organização dos Estados Americanos (OEA)
13h00 - 14h30 – Almoço
14h30 - 16h00
Módulo II – Organismos Sub-Regionais e a Participação dos Afrodescendentes
- Sistema da Integração Centro-Americana (SICA)
- Comunidade Andina (CAN)
- Mercado Comum do Sul (MERCOSUL)
- Secretaria-Geral Ibero-Americana (SEGIB)

Palestrante: Roberto Rojas Dávila – Organização dos Estados Americanos (OEA)
16h00 - 16h15 – Coffee Break
16h15 - 17h50
Módulo VIII – Ferramentas para a Participação e Incidência Política
- Workshop em Grupo “Análise dos Avanços e Retrocessos da Democracia na Região”

Palestrantes: Paulo Rogério dos Santos (Instituto Mídia Étnica) e Paola Botelho (Agentes de Pastoral Negros – APNs)
18h00 – Encerramento das atividades do 1º dia


Dia 26/09/2012 (quarta-feira)
09h00 - 10h30
Módulo III – Padrões de Proteção de Afrodescendentes
- Evolução dos Padrões de Proteção de Afrodescendentes no Sistema Universal
- Padrões de Proteção de Afrodescendentes no Sistema Interamericano

Palestrantes: Diego Moreno e Roberto Rojas Dávila – Organização dos Estados Americanos (OEA)

10h30 - 10h45 – Coffee Break – Intervalo
10h45 - 11h45 – Atividade II
- Conhecendo as Instancias de Proteção dos (as) Afrodescendentes e sua Utilização para a Participação Eficaz e Incidência Política
- Apresentação dos Resultados dos Grupos de Trabalho

Palestrantes: Diego Moreno e Roberto Rojas Dávila – Organização dos Estados Americanos (OEA)

11h45 - 13h00
Módulo IV – Grupos em Situação de Vulnerabilidade no Coletivo Afrodescendente
- A OEA e os Grupos em Situação de Vulnerabilidade
- Grupos em Situação de Vulnerabilidade no Coletivo Afrodescendente

Palestrantes: Diego Moreno e Roberto Rojas Dávila – Organização dos Estados Americanos (OEA)

13h00 - 14h30 – Almoço
14h30 – 16h30
Módulo VIII – Ferramentas para a Participação e Incidência Política
- Workshop em Grupo “Técnicas de Comunicação Política”

Palestrantes: Paola Botelho (Agentes de Pastoral Negros – APNs) e Paulo Rogério dos Santos (Instituto Mídia Étnica)

16h30 - 16h45 – Coffee Break
16h45 - 17h50
Módulo V – Mulheres Afrodescendentes
- Antecedentes
- Situação de Direitos Humanos das Mulheres Afrodescendentes da Região Latino Americana e do Caribe e no Brasil
- Principais Avanços
- Contextos de Futuros Processos Internacionais – Cairo +20

Palestrantes:
Urenna Best – Advogada e Ativista do Movimento de Mulheres e de Juventude Negra do Panamá
Neucirene Almeida de Oliveira – Secretaria Extraordinária de Políticas para Afrodescendentes do Amapá (Seafro)
Richarlls Martins – Rede de Mulheres Negras do Paraná

18h00 – Encerramento das atividades do 2º dia


Dia 27/09/2012 (quinta-feira)
09h00 - 10h30
Módulo VI – Cooperação Internacional e Gestão de Recursos (Angariação de Fundos)
- Cooperação Internacional
- Gestão de Fundos (Angariação de Fundos)

Palestrante: Lia Lopes Almeida – Jovens Feministas de São Paulo

10h30 - 10h45 – Coffee Break
10h45 - 12h00
Módulo VIII – Ferramentas para a Participação e Incidência Política
- Conclusão dos Workshops

Palestrantes: Paola Botelho (Agentes de Pastoral Negros – APNs) e Paulo Rogério dos Santos (Instituto Mídia Étnica)

12h00 - 13h00
Módulo VII – Réplicas
- Réplicas
- Formação da Rede de Lideres Afrodescendentes da Região Sudeste

Palestrantes:
Lia Lopes Almeida – Jovens Feministas de São Paulo
Ademir Santos – Instituto Mão Amiga / Coletivo Martin Luther King Jr
Luís Paulo Costa – Instituto Diáspora
Roberto Sharpe – Secretaria Executiva de Etnia Negra da Presidência da República do Panamá

13h00 - 14h30 – Almoço
14h30 - 17h30
Turismo Afro
Passeio pelos principais pontos da cidade de São Paulo

Responsável: Lia Lopes Almeida – Jovens Feministas de São Paulo

17h30 – 18h00 – Encerramento do Curso – Entrega dos Certificados / Declarações

Responsável: Lia Lopes Almeida – Jovens Feministas de São Paulo




Lista dos(as) Selecionados(as) - Curso OEA - JFSP

É com imensa alegria que as Jovens Feministas de São Paulo anuncia abaixo a lista com os nomes dos (as) participantes selecionados(as) que participarão do "I Curso de Formação de Líderes Afrodescendentes do Brasil".

Esperamos ansiosamente pela vinda de cada um(a) de vocês.


Lista dos(as) Participantes Selecionados (as)

Nomes Dos(as) Participantes
Organização
Cidade De Origem
Alan Carlos Rios
Setorial De Combate Ao Racismo
Rio Claro
Ana Claudia Jacinto Sabino
Educafro
São Paulo
Ana Cristina Rosa Dos Santos
Estilo e Raça
Santo André
Carlos Eduardo De Oliveira
NSB
Indaiatuba
Carmen Lucia Faustino
Coletivo Sarau de Casa
Embu Das Artes
Caroline Amanda Lopes Borges
UMES SP
São Paulo
Cintia Alves Sampaio Brandão
Abassá Oxum Oxóssi
São Paulo
Claudia Patrícia De Luna
Conselho Gestor da CONE
São Paulo
Cleib Aparecida Cupertino (Baby Amorim)
Ilú Obá De Min Educação, Cultura E Arte Negra
São Paulo
Cleonice Caetano Souza
Secretaria da Diversidade - Sindicato dos Comerciários
São Paulo
Daniel Alves Lino Junior
CONE
São Paulo
Danilo Rosa De Lima
Educafro
São Carlos
Débora Almeida
Associação Remanescente De Quilombo Pedro Cubas De Cima
Eldorado
Deborah Cristina De Paula
Instituto Do Negro Padre Batista
São Paulo
Diego Andrade Florentino
Feconezu Festival Comunitario Negro Zumbi
Campinas
Dulcimara Alves Das Neves
Ilú Oba De Min
São Paulo
Edleia Matos Da Silva
CONE
São Paulo
Elizabete De França Dias
Associação Remanescente De Quilombo Pedro Cubas De Cima
Eldorado
Estevão André Da Silva
Comissão Da Igualdade Racial Da OAB/SP
São Paulo
Fátima Aparecida Eugênio
Associação Esportiva E Cultural Vila África
Piracicaba
Fernando Ferreira Do Nascimento
Empresa Júnior De Ciências Sociais Da Universidade Estadual Paulista - Fato
Marília/Campinas
Heleni Lucia Da Silva
Quilombhoje
São Paulo
Heloisa Dandara Ribeiro De Lima
CONE
São Paulo
Igor Pereira Dos Santos
Grupo União e Consciencia Negra
Barretos
Israel Francisco Do Nascimento Neto
Coletivo Literatura Suburbana
São Paulo
João Luiz Rosa
FBM
São Paulo
Jose Dos Santos Filho
Comitê Institucional Quesito Cor - Fundação Casa
São Paulo
Juliana Gonçalves
CEERT
São Paulo

Nomes Dos(as) Participantes

Organização
Cidade De Origem
Juliana Goulart Nogueira
Monabantu - Movimento Nacional Pelo Povo Bantu
Osasco
Kizie De Paula Aguiar Silva
Assessoria Municipal de Integração Racial
Rio Claro
Laurinda Candido De Araujo
Pmsp
São Paulo
Marcos Agostinho Silva
Mas Pesquisa
Carapicuíba
Maria Sylvia Aparecida De Oliveira
Instituto Do Negro Padre Batista
São Paulo
Marinildes Pereira Martins
Centro De Cultura Negra Do Maranhã
São Paulo
Mauricio Ferreira Dos Santos
Instituto Cultural Mwanazambe
São Paulo
Naiza Bezerra Dos Santos
Centro De Referencia Em Direitos Humanos Na Prevenção E Combate Ao Racismo
São Paulo
Nelson Da Silva De Assis Junior
Aruanda Brasil
Barretos
Newman Gregorio
N.E.G.R.O.S. Dançar
São Paulo
Patricia Santos
Secretaria da Diversidade - Sindicato dos Comerciários
São Paulo
Pedro Henrique Moraes Joaquim Basilio
Educafro
São Paulo
Péricles Augusto Egydio
Axé Ilê Obá
São Paulo
Roberta Guilherme De Melo
Associação Frida Kahlo
São Paulo
Saimon Leal Pereira
Centro De Assistencia Social Nossa Senhora Da Piedade
São Paulo
Sandra Ferreira Silva De Oliveira
Secretaria Municipal De Educação De Osaco
Osasco
Sandra Sagrado Roberto
Projeto Negro É Lindo
São Paulo
Sidnéia Bueno Marianno
Projeto Meninos E Meninas De Rua
São Bernardo Do Campo
Silvana Do Amaral Verissimo
Nzinga Mbandi
Piracicaba
Solange Cristina Virginio Barbosa
Rota Da Liberdade
Tremembé
Taís Regina Silva
Hp Hewlett Packard
São Bernardo Do Campo